Prefeitura Municipal de Bandeirantes - Paraná

Judô atrai crianças e adolescentes para o Serviço de Convivência do CRAS

Imprimir PDF
PMB
 

Judô é uma das modalidades ofertadas pela Prefeitura de Bandeirantes através da Secretaria de Ação Social e CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e do programa federal ‘Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos’; nas tardes de terças-feiras e quintas-feiras, das 14h às 15h.

A modalidade Judô é uma das atividades desenvolvidas pelo programa ‘Serviço de Convivência’ que engloba ainda a Capoeira, a Natação, a Hidroginástica e a Música, sendo que todas estão dentro de determinados critérios e conforme a idade dos usuários. O programa é uma forma de intervenção social planejada que estimula e orienta os participantes ao fortalecimento das relações familiares e comunitárias, bem como busca promover a integração, interação e a troca de experiências entre os participantes.

O professor Hiromu Oda, que é educador físico e faixa preta no esporte, menciona que atualmente participam das aulas de Judô cerca de 65 alunos, na faixa etária entre 6 anos e 17 anos, sendo a maioria (90%) dos participantes com idade até 10 anos. “A metodologia que trabalhamos é de aliar as técnicas de forma lúdica para a compreensão dos objetivos e dos benefícios que este esporte traz”, revelou e afirmou que a disciplina é uma das características fundamentais a efetiva prática do Judô. Além disso, a modalidade melhora as condições físicas e de saúde dos alunos, e ainda eleva a qualidade de vida em todos os aspectos, incluindo os valores morais e sociais, como respeito, ética, inclusão, socialização.

PMB

Desde o retorno do ‘Serviço de Convivência’ em fevereiro deste ano, bons resultados já surgiram quando grupo de alunos do projeto conquistaram o segundo lugar no ‘Torneio Paranaense Super Muffato de Judô’, evento oficial organizado pela Delegacia da Região Norte da Federação Paranaense de Judô. “Foi gratificante e motivador este resultado, principalmente para os alunos”, comentou.

Quem concorda com o professor Hiromu é o pai do aluno Arthur, de 7 anos, Waldemir Ramos da Cruz. Ele relata que o filho se sente orgulhoso pela medalha conquistada e estimulado com a prática do esporte. “Ele está muito animado, sem dúvida. Como todo garoto, ele é elétrico, ativo demais. Desde que começou a praticar o Judô, a principal mudança foi o comportamento dele, tanto em casa quanto na escola. Nós observamos que ele está mais focado, mais concentrado em tudo que faz. Além disso, o professor Hiromu dá muita atenção aos alunos, mas também exige disciplina, obediência às regras, horário”, salientou.

Viviane Aparecida Freitas Eugênio, mãe do aluno Gabriel, de 7 anos, também afirmou que em apenas três meses de treino foi possível notar a mudança no comportamento do filho. “Em casa, parecia que vivia disperso. Antes, se o chamava, não obedecia, nem ligava. Mas agora, ele está mais atencioso. Ele não é agitado, era mais preguiçoso. Desde que começou o Judô, está mais dedicado com as coisas dele, não deixa para fazer depois. Ele está mais atento, disciplinado. Realmente ele está entusiasmado com o esporte”, garantiu.

A mãe da aluna Emanuelle, de 8 anos, Viviane Aparecida Gonçalves Altes, levou a filha pela primeira vez ao treino e disse que a garota sempre sentiu vontade de praticar a arte marcial, porém, devido aos dias e horários do seu trabalho e do projeto não combinarem, era difícil para a garotinha participar dos treinamentos. “Mas agora deu certo do meu trabalho ser aqui ao lado da academia, posso trazê-la junto comigo e ela frequentar o projeto. A felicidade e a ansiedade dela eram muito grandes para este primeiro treino”, contou e ressaltou que um dos outros motivos que a levaram matricular a filha no projeto Judô foi com objetivo de incentivar a prática de uma atividade física. “Ela ficava muito em frente ao televisor, celular. Eu acredito que o mais importante do projeto é dar atividade para as crianças. E o Judô faz isso”, avaliou.

 
Navegando em: Principal Assistência Social Judô atrai crianças e adolescentes para o Serviço de Convivência do CRAS
PMB

Últimos Atos Oficiais

Mais clicadas