Prefeitura Municipal de Bandeirantes - Paraná

Entrega das moradias ‘João Teodoro da Silva’

E-mail Imprimir PDF
PMB
 
Após período espera e ansiedade - por cerca de três anos -, moradores do novo conjunto residencial em Bandeirantes, ‘João Teodoro da Silva’, receberam as chaves das suas casas. A entrega das 424 unidades habitacionais aconteceu no sábado (17) passado no Centro Cultural Takiko Hassegawa, na Praça Valderi Vilela (Praça Brasil-Japão). O prefeito Lino Martins, acompanhado dos secretários municipais participou da solenidade de entrega ao lado de vereadores, representantes da empresa Cimentec e Caixa Econômica.

Devido a uma série de fatores que levou a uma paralisação temporária e provocando uma celeuma quanto a finalização das obras, mutuários puderam respirar aliviados quando ocorreu, no final do ano passado e depois de todo processo burocrático de uma nova licitação por parte da seguradora da Caixa, a contratação de uma outra empresa para a retomada e conclusão das moradias. A construção das unidades no conjunto João Teodoro da Silva é da iniciativa privada e são financiadas pela modalidade do Programa de Apoio à Produção de Empreendimentos vinculadas ao Programa Minha Casa Minha Vida.

O prefeito Lino Martins, durante o encontro com os mutuários, explicou que mesmo a municipalidade não estando envolvida diretamente na modalidade do programa, ainda assim possui a responsabilidade social de colaborar, auxiliar e apoiar o desenrolar da situação em prol das 424 famílias que aguardavam receber a tão sonhada casa própria. Na ocasião, ele salientou o privilégio de participar e compartilhar da alegria dos bandeirantenses na semana comemorativa pelo aniversário da cidade com a entrega das chaves aos mais novos donos de imóveis.

O gerente regional da Construção Civil da Caixa Econômica, Waldemir Martins, durante entrevista ao repórter Adenilson Fernandes, esclareceu aos mutuários que a venda do imóvel pode ser feita desde que o financiamento esteja totalmente quitado junto à Caixa, já que não existe transferência de financiamento. Outra recomendação indicada se trata da retirada das chaves por aqueles que não puderam comparecer durante a entrega e que devem faze-la por conta do início da amortização do financiamento que já deu início a partir da data de sábado. “Se passado dois meses de não pago das prestações poderá ter problemas de retomada desta obra e ir para leilão. Pedimos que as pessoas procurem a agência Caixa nesta semana e retirem as chaves para que possam assumir a administração do seu imóvel. Ficamos a disposição para esclarecimentos e orientações”, disse. Na oportunidade, o proprietário da Cimentec, empresário Jose Adilson dos Santos, destacou sobre o cumprimento dentro do prazo (oito meses) para a conclusão das casas quando a empresa assumiu as obras que já estavam em andamento, da qualidade dos imóveis com instalação de esquadria de alumínio, veneziana, acabamentos em massa corrida, piso cerâmico, paisagismo, entre outros itens que passaram a valorizar ainda mais os imóveis. Ao final, ele se colocou à disposição para esclarecimentos aos mutuários e desejou felicidades às famílias. (Fotos Carlos Almeida)

 
Navegando em: Principal
PMB

Últimos Atos Oficiais

Mais clicadas