Prefeitura Municipal de Bandeirantes - Paraná

Merenda escolar: Qualidade reflete no desempenho do aluno em sala de aula

Imprimir PDF
PMB
 
‘Meu lanchinho, meu lanchinho, vou comer, vou comer... pra ficar fortinho, pra ficar fortinho, e crescer... e crescer...’. Não há como negar. Quem nunca cantou essa musiquinha infantil [ou uma outra qualquer] para incentivar seus pequenos a comerem?

Para cada fase da vida e em cada uma delas, a alimentação tem uma importância diferente. Quando criança, é voltada para o crescimento de ossos, pele, músculos e órgãos, porque nesta etapa ela brinca, pula, aprende a ler e escrever, e por isso é importante ter uma alimentação balanceada. É nesta fase ainda que a escola tem influência na formação dos hábitos alimentares. “A vida começa com a alimentação, e esta desempenha uma influência determinante no desenvolvimento emocional, mental, físico e social. O ato de comer, para além de satisfazer necessidades biológicas e energéticas vitais, é também fonte de prazer, de socialização e de transmissão de cultura”, destacaram as nutricionistas, Thatiane Christina Imagawa e Thalita Rosa de Souza, responsáveis pela merenda escolar da rede municipal de ensino da Secretaria da Educação de Bandeirantes. “Uma alimentação saudável é o equilíbrio de comer de tudo, um pouco”, afirmaram.

As nutricionistas explicaram ainda que as doenças crônicas não transmissíveis surgem, em parte, como consequência dos comportamentos alimentares e de atividade física. “Muitos dos nossos hábitos alimentares são adquiridos logo desde os primeiros anos de vida e tendem a manter-se ao longo da mesma. Por tudo isso, é essencial praticar uma alimentação saudável durante a infância para permitir um normal desenvolvimento e crescimento e prevenir uma série de problemas de saúde ligados a alimentação”, alertaram.

CICLO DA QUALIDADE – Para que os alunos da rede municipal de ensino recebam merenda de qualidade e balanceada em valores nutricionais, a Prefeitura de Bandeirantes, por meio da Secretaria de Educação, tem investido na aquisição de uma grande variedade de produtos de gêneros secos, perecíveis, pães, leites e derivados, incluindo ainda verduras, legumes e frutas produzidos pela agricultura familiar do município.

O cardápio elaborado pelas nutricionistas, segundo a secretária Educação e Cultura, Valquíria Bonacini Martins, segue as recomendações das normas e diretrizes do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) que envolve alimentação rica em proteína, cálcio, ferro, fósforo e vitaminas. “A alimentação nas escolas e creches é cuidadosamente elaborada e servida aos alunos visando o cardápio específico, nutritivo e saudável. A merenda é um complemento que ajuda na educação nutricional das nossas crianças, pois passam a conhecer e praticar a importância dos hábitos saudáveis dentro da escola e, em consequência, levam esse aprendizado para casa. É um ciclo da qualidade e da saúde onde a família e a escola têm a responsabilidade de promover hábitos alimentares corretos, pois isso reflete no desempenho escolar, como previne e controla doenças crônicas na infância e na vida adulta”, argumentou.

 
Navegando em: Principal Educação e Cultura Merenda escolar: Qualidade reflete no desempenho do aluno em sala de aula
PMB

Últimos Atos Oficiais

Mais clicadas