Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Bandeirantes, domingo, 17 de outubro de 2021 Telefone (43) 3542-4525

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta das 7:30 às 11:00 e das 13:00 às 17:00 Horas

Domi
17/10
24 °C
16 °C
Índice UV
12.0
Segu
18/10
19 °C
16 °C
Índice UV
12.0
Ter
19/10
19 °C
15 °C
Índice UV
12.0
Quar
20/10
22 °C
13 °C
Índice UV
12.0

SÍMBOLOS MUNICIPAIS

Bandeira do Município de Bandeirantes

Bandeira

Descritivo – Oitavada de verde, formando as oitavas figuras geométricas trapezoidais, constituídas por oito faixas brancas carregadas de sobre faixas vermelhas com um filete preto central, dispostas duas a duas no sentido horizontal, vertical, em banda e em barra, que partem de um retângulo branco central, onde é o brasão.

 

Justificativa e Simbolismo

De conformidade com a tradição da heráldica portuguesa, da qual herdamos os cânones e regras, as bandeiras municipais são oitavadas, ostentando ao centro o brasão da cidade em suas cores heráldicas, tendo por cores as mesmas constantes do campo do escudo. O brasão ao centro da bandeira simboliza o Governo Municipal e o retângulo onde é aplicado representa a própria cidade do Município. As faixas simbolizam o Poder Municipal (Governo do Município) que se expande a todos os quadrantes do território e as oitavas figuras geométricas trapezoidais, assim constituídas representam as propriedades rurais existentes no território municipal.

 

O Brasão

Descrição heráldica – “Escudo clássico flamengo – ibérico, em cima do pela mural de oito torres, de prata”. Em campos de sinopia, cortado por duas faixas ondas de prata, a esfinge de um bandeirante de carnação, empunhando um arcabuz. Em chefe de goles, uma enxada e um machado entrecruzados, tudo de prata. Como suportes, à destra de um ramo de café frutificado em sua cor e à sinistra haste de cana ao natural entrecruzado, em ponta, sobre os quais se sobrepõe um listel de goles, contendo em letras de prata de divisa: AUDÀCIA E TRABALHO, ladeada pelos milésimos 1926 – 1934.

 

Simbologia

O escudo clássico flamengo – ibérico chamado “escudo português”, foi preferido para representar o brasão de Bandeirantes, como evocativo da raça colonizada e principal formadora da nossa nacionalidade.

A coroa mural que o sobrepõe é o símbolo que identifica os brasões de domínio e, sendo de oito torres, das quais apenas cinco são visíveis no desenho, de prata, classifica a cidade que representa na segunda grandeza, ou seja, Sede de Comarca.

A cor sinopla (determinação do verde) lembra no brasão a exuberância do solo, onde o tamanho da terra é a principal fonte de riquezas do município. As duas faixas ondeadas de prata, representam os rios Cinza e Laranjinha que cortam suas terras. A esfinge do bandeirante é a peça parlante do escudo, evocando o nome que a cidade ostenta, em homenagem aos intrépidos desbravadores, bandeirantes do século XX e fundadores do arraial que se converteu em cidade.

Em chefe, parte superior do escudo de goles (denominado heráldico do vermelho) que significa intrepidez, coragem, valentia, representação iconográfica de que se serviam os desbravadores como armas o machado e a enxada, ambos de prata, o segundo metal nobre em heráldica. Os ornamentos exteriores simbolizam os principais produtos oriundos da terra dadivosa e fértil. No listel, a frase Audácia - predicado dos pioneiros desbravadores, e Trabalho, próprio de um povo que constrói a grandeza de sua cidade.

 

 

 

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!

Prefeitura Municipal de Bandeirantes - PR.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.