Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Libras
Atalhos
Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Bandeirantes, sábado, 24 de fevereiro de 2024 Telefone (43) 3542-4779 / 4525

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta das 7:30 às 11:30 e das 13:00 às 17:00 Horas

Sáb
24/02
Chuvas Isoladas
Máx 33 °C
Min 22 °C
Índice UV
13.0
Domi
25/02
Chuva
Máx 31 °C
Min 23 °C
Índice UV
13.0
Segu
26/02
Parcialmente Nublado
Máx 31 °C
Min 21 °C
Índice UV
13.0
Terç
27/02
Parcialmente Nublado
Máx 33 °C
Min 20 °C
Índice UV
13.0

Sala do Empreendedor - Quinta-feira, 23 de Março de 2023

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Fomento Paraná disponibiliza linha de crédito para empreendedores de Bandeirantes.

Microcréditos de mil reais a R$500 mil são abertos a juros baixos como medida de recuperação econômica municipal.


Fomento Paraná disponibiliza linha de crédito para empreendedores de Bandeirantes.

Na manhã desta quinta-feira, 23, a secretaria de Desenvolvimento Econômico (Indústria, Comércio e Turismo) recebeu, na sala de desenvolvimento de Bandeirantes, o coordenador de atendimento da Fomento Paraná, Moacir Cardoso, que na ocasião informou que a Fomento Paraná está disponibilizando, aos empreendedores de Bandeirantes que foram afetados pelas enchentes, o valor de R$7 mi em crédito. Estes recursos são da linha Paraná Recupera e envolvem operações de microcrédito de até R$20 mil até R$500 mil, de acordo com o tamanho da empresa.
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Castanho, reforça a importância da ação: “é importantíssimo divulgar que essa linha de crédito é específica para os empreendedores do município, desde o informal até as pequenas  empresas cujos valores podem chegar até R$500 mil”. Moacir Cardoso complementa: “é importante que o empreendedor busque o recurso o quanto antes. Estamos oferecendo capital de giro com 0.65% a mês; se compararmos com taxas de juros do mercado, que estão em 2,5% mensais vemos a grande vantagem em buscar o recurso, é um valor bem atrativo. A diferença, que está pagando é o FDE do Governo do Estado, e essa é uma ação que o Ratinho pediu para que fosse realizada para os municípios que estão em situação de emergência. Mas há uma certa urgência, pois a situação de emergência não irá durar muito tempo. O decreto posto tem prazo de 180 dias, e o recurso também é limitado; são mais de 40 municípios em situação de emergência, e todos estão agilizado para captar esses recursos. Então o que recomendamos? Que venham o quanto antes, falem com o pessoal da Sala do Empreendedor ou correspondentes e busque o recurso”.
Os interessados devem vir munidos de documentos pessoais, do cônjuge, dos sócios (se houverem) e a declaração de faturamento. O informal deverá declarar seu faturamento para que os cálculos possam ser realizados e seja apurada a capacidade de pagamento; no momento o empreendedor poderá optar por dois tipos de garantia, sendo o primeiro o FAMPE, que é um fundo de aval garantidor do SEBRAE, em que se paga uma taxa e a operação será permitida; neste caso necessita ser empresa com mais de 3 anos no mercado. Os demais podem optar pelo aval, até o MEI, podendo ser familiar, amigo, cônjuge, desde que a renda não seja da mesma atividade econômica. Já para empresas maiores, o rol dos avais de garantias são maiores.
O MEI tem disponível operações de até R$20 mil com prazo máximo de 36 meses para pagar e carência de até 03 meses enquanto o informal pode cadastrar propostas no valor de até 10.000. Os clientes de maiores operações, micro e pequenas empresas, onde se fala em capital de giro, o SEBRAE autoriza até 12 meses de carência e até 60 meses para pagar. A diferença é a taxa de juros, a 0,65% autorizado para os municípios que estão em situação de emergência. Para melhor compreensão, sem estado de emergência, as operações menores são de 1,10% mensal, e nas maiores de 1,60%.
Este incentivo visa a recuperação econômica municipal. Moacir Cardoso explica: “de forma geral o município todo foi atingido. Temos aquela parcela da sociedade atingida diretamente pela água, essa parcela consumia em outros pontos e passam a ter dificuldade de consumo, ou vendiam a outros pontos da cidade e passam a ter dificuldade de entrega de seus produtos, esta e uma certa forma é sistêmico, você pega a comunidade como um todo sendo atingida pelo processo da chuva, por isso pro FOMENTO e pro Governo do Estado não se pede para identificar por onde a água passou, pois é o município quem está sendo atendido”.
Em caso de dúvidas ou para maiores informações, entre em contato com o Centro de Desenvolvimento de Bandeirantes pelo telefone 3145-0387 ou com a Sala do Empreendedor pelo WhatsApp 3542-4777, já para telefonemas para a Sala do Empreendedor, ligue para 3145-0387.

 

No vídeo, da esquerda para a direita, Isabela Linhares, agente de crédito, Moacir Cardoso, coordenador de atendimento da Fomento Paraná e Alex Romero, agente de crédito.
 


 


 

Redação: Róger D. T. Demétrio e Talitha Dalacosta.

Para mais notícias acesse o nosso site: https://www.bandeirantes.pr.gov.br ou ligue para 3542-4525.

Sugestões ou reclamações entre em contato com a ouvidoria 3542-7482.

Prefeitura Municipal  de Bandeirantes, trabalhando pra você.

Facebook Twitter WhatsApp Imprimir

992 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!

Versão do sistema: 2.0.0 - 23/02/2024

Portal atualizado em: 23/02/2024 16:27:00

Prefeitura Municipal de Bandeirantes - PR.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.