Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Boa tarde Bandeirantes, quinta 04 de junho de 2020

Notícias

Saúde - Quarta-feira, 06 de Maio de 2020


Além do Covid-19, população não pode descuidar atenção com o mosquito transmissor da Dengue


Além do Covid-19, população não pode descuidar atenção com o mosquito transmissor da Dengue

A Vigilância em Saúde da Prefeitura de Bandeirantes apresentou no início desta tarde de segunda-feira (04) o Boletim Semanal da Dengue. No relatório da 18ª Semana Epidemiológica consta 4.728 casos notificados, sendo que 1.273 estão em análise e 300 foram descartados. Foram confirmados 3.155 casos, ou seja, quase 10% das 32.184 pessoas residentes - conforme último Censo do IBGE 2010 - no Município já confirmaram para Dengue. Bandeirantes tem um caso de óbito confirmado.

Segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, biólogo Reinaldo Marqui, o número de notificações teve queda, contudo, os exames que estão sendo realizados, o resultado da maioria tem sido positivo para Dengue. “Assim, as notificações têm se estabilizados um pouco, porém os exames em análise e positivos, acabam elevando os dados de confirmados. Com a pandemia do Covid-19, os agentes da Dengue não estão nas ruas, contudo, diariamente estamos realizando aplicação de inseticida com equipamento bomba costal nas regiões com maior índice de infestação”, mencionou. De acordo com o biólogo, o período de estiagem até tem colaborado com a redução da proliferação do mosquito Aedes aegypti, mas a preocupação é quando o clima começar a alterar para a estação de chuva. “É quando os ovos que estão no ambiente começarão a eclodir e o problema recomeça. Mesmo um dia apenas de chuva que acumule num recipiente que contenha os ovos, é o suficiente para que nasça muitos mosquitos”, explicou.

A orientação do coordenador é manter quintais limpos, evitar o acúmulo de lixo ou locais que sirvam de criadouros para as larvas do mosquito Aedes. “As pessoas devem aproveitar este período da pandemia do Covid-19 e realizar limpeza dos quintais e retirar tudo que acumule água, que sirva de criadouro para o mosquito da Dengue”, recomendou.

NO PARANÁ – A Secretaria de Estado da Saúde confirmou que o Paraná tem mais de 142 mil casos de Dengue confirmados. No boletim semanal do dia 28 de abril, 338 municípios têm casos confirmados e até o momento o Estado registra 111 óbitos por dengue. Os casos notificados passam de 278 mil e abrangem 370 cidades.

Também foi divulgado e alertado sobre três casos de Zika, sendo um caso registrado em uma gestante, moradora em Cambé. O caso é autóctone, foi registrado em uma mulher de 30 anos, diagnosticada no primeiro trimestre de gravidez e que teve resultado de exame sorológico cruzado para Dengue e Zika. A gestante está bem e segue com acompanhamento pré-natal na rede pública de saúde.

O Zika durante a gravidez é preocupante, pois o vírus pode ser transmitido para o feto, podendo levar lesões cerebrais e neurológicas irreversíveis. A possibilidade desta transmissão só pode ser verificada entre a 18ª e a 20ª semana de gravidez, com a realização de exame de imagens. Os outros dois casos de Zika confirmados nesta publicação são: um de Assaí, também autóctone, e um de Curitiba, considerado importado.

As medidas de prevenção e controle da zika são as mesmas da dengue e chikungunya e todas são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

 

Fonte: Folha do Norte Paranaense

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

Telefones PúblicosTELEFONES PÚBLICOS
Prefeitura Municipal de Bandeirantes
  • (43) 3542-4525
Secretaria de Assistência Social
  • (43) 3542-3419
Secretaria de Saúde
  • (43) 3542-2133

Ver todos os telefones...

Bandeirantes

Rua Frei Rafael Proner, 1457, Centro
Bandeirantes - PR CEP:86360-000

Website Desenvolvido porKing Page - Fábrica de Software
Avisos!

Decretos/Recomendações/Boletins contra a epidemia do CORONAVÍRUS.

Novo Horário de atendimento: das 07h30m às 13h00m, conforme PORTARIA Nº 12.452/2020.  

Limita-se hora-extra conforme INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2020.